20/05/2008, Quarta-feira
Governo do Ceará
Acesso a Informação

Telefones úteis

Rede Social

  • EducacaoCeara
  • seducceara
  • seducceara
  • Instagram da SEDUC
  • Flickr da SEDUC
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto

Notícias

Ceará é o primeiro estado a aderir à Olimpíada de Língua Portuguesa

 Ceará é o primeiro estado a aderir à Olimpíada de Língua Portuguesa Já estão abertas as inscrições para a 5ª Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP) Escrevendo o Futuro, um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o país, do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. O Ceará foi o primeiro estado a se inscrever na competição e Ocara a primeira cidade cearense. Secretários Estaduais e Municipais de Educação devem realizar a inscrição até o próximo dia 30 de abril. 

 

O tema desta edição é “O lugar onde vivo”, que propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania. Além do concurso de escrita, os professores de Língua Portuguesa receberão formações para trabalhar os gêneros textuais junto aos alunos, fortalecendo a ação em sala de aula.

 

De acordo com o secretário da Educação, Maurício Holanda, a participação na Olimpíada faz parte das estratégias de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). "Em 2016, teremos uma ação forte da Seduc com foco na preparação de uma boa redação no Enem. E essa estratégia tem tudo a ver com a participação dos nossos alunos na Olimpíada de Língua Portuguesa. Essas iniciativas caminham juntas pra que sejamos vitoriosos nas duas. Quero comemorar com os alunos, professores e diretores da nossa rede os bons resultados que os nossos alunos serão capazes de alcançar na Olimpíada e no Enem, para que cada vez mais estudantes da rede pública tenham acesso à Universidade", considera.

 

Nesta sexta (26), durante encontro estadual da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-Ceará), a Secretaria da Educação do Estado (Seduc) lançou campanha visando à mobilização dos municípios para participar da Olimpíada. Como define Betânia Gomes, coordenadora de Aperfeiçoamento Pedagógico da Seduc, a OLP não tem apenas caráter de competição, como demais concursos do tipo. "O trabalho com leitura e escrita é essencial a toda e qualquer disciplina, e não pode estar só na escola. O estudante, para ter mobilidade social, num espaço cada vez mais plural, precisa ter propriedade na escrita", argumenta. 

 

 

Preparo

 

Além disso, segundo observa Betânia, a capacitação oferecida aos professores é o diferencial da ação. "Antes de trabalhar os temas em sala de aula, o professor precisa passar por uma formação. Indiscutivelmente, isso irá qualificá-lo. Depois desse amadurecimento teórico e reflexivo no gênero, por meio de oficinas, fará o trabalho em sala com o estudante", explica.

 

A experiência de produção de textos possibilita aos alunos a ampliação de suas competências na linguagem oral, na leitura e na escrita, além de aprofundar o olhar sobre o lugar em que vivem, aproximando a comunidade da escola. Neste ano, os primeiros 100 mil professores inscritos recebem um DVD com a Coleção da Olimpíada, material que apresenta a sequência didática para o ensino da escrita em quatro gêneros textuais.

 

O presidente nacional da Undime, Alessio Costa, ressalta o empenho da instituição em engajar os gestores municipais no certame. "Queremos que os secretários não só filiem-se ao projeto, mas que acompanhem o desenvolvimento do programa em seus municípios, apoiando e incentivando as escolas".

 

A secretária de Educação de Jaguaribe, Aparecida Lima, reconhece a importância da Olimpíada para motivar as escolas a trabalharem o desenvolvimento da escrita entre os alunos. "É preciso que o professor tenha formação continuada para que as aulas transformem e encantem os estudantes, de modo que eles queiram ler e produzir", enfatiza.

 

No município de Jaguaribe, a Escola de Ensino Fundamental (EEF) Professor Gutemberg foi pioneira no Estado na preparação dos estudantes, começando a organizar um movimento literário mesmo antes do lançamento da OLP. No ano passado, os alunos da instituição elaboraram o projeto Encanta Ceará, com o estudo de obras de autores cearenses.  

 

O presidente estadual da Undime, Regivaldo Freires, diz ter percebido engajamento e compromisso dos gestores municipais da educação cearense. "A mobilização nos deixa muito felizes, porque dá a certeza de que os gestores municipais estão antenados e abraçando a campanha. Quando se tem o domínio da leitura, é possível ler o mundo de várias maneiras e tirar as conclusões para a própria formação", ressalta. 

 

Até a tarde desta sexta (26), 105 municípios de todo o país inscreveram-se na OLP, sendo 78 do Ceará. 

 

 

Gêneros 

 

Podem participar professores da rede pública e alunos do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, nas seguintes categorias: Poema: 5º e 6º anos do Ensino Fundamental; Memórias literárias: 7º e 8º anos do Ensino Fundamental; Crônica: 9º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio; e Artigo de opinião: 2º e 3º anos do Ensino Médio.

 

A iniciativa é do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). As inscrições estão disponíveis em www.escrevendoofuturo.org.br. A cerimônia nacional de lançamento da 5ª edição da OLP aconteceu nesta quinta (25), às 14h, no Instituto Itaú Cultural, em São Paulo (SP).

 

 

 

 

25.02.2016

Assessoria de Comunicação da Seduc

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Calendário

Março 2017
D S T Q Q S S
26 27 28 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1

SEDUC - Secretaria da Educação do Ceará - Av. Gen. Afonso Albuquerque lima, s/n - Cambeba - Fortaleza - Ceará | CEP: 60.822-325

Ver localização no mapa © 2008 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados