20/05/2008, Quarta-feira
Governo do Ceará
Acesso a Informação

Telefones úteis

Rede Social

  • EducacaoCeara
  • seducceara
  • seducceara
  • Instagram da SEDUC
  • Flickr da SEDUC
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto

81,6% das crianças cearenses estão alfabetizadas ao final do 2º ano.

 

 Fotos e Vídeo - PAIC Resultados 2013 O avanço é resultado dos sete anos de implementação do Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC), pelo Governo do Estado.

O PAIC começou suas atividades, em 2007, com a meta de garantir a alfabetização dos alunos matriculados no 2º ano do Ensino Fundamental da rede pública cearense. Em 2011, para expandir as mesmas ações ao 3º, 4º e 5º anos, foi lançado o Programa Aprendizagem na Idade Certa (PAIC +5). Os dados sobre o desempenho dos municípios e escolas em 2013 serão apresentados nesta terça-feira, dia 20, às 9h30min, no Centro de Eventos do Ceará, pelo governador Cid Gomes e o secretário da Educação, Maurício Holanda. O ministro da Educação, Henrique Paim, também estará presente. Durante o evento, haverá a entrega do Prêmio Escola Nota Dez.

Resultados PAIC 2013As informações estão relacionadas aos resultados das avaliações da alfabetização ao término do 2º ano, e das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, ao término do 5º ano, realizadas em 2013, pelo Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (SPAECE). De acordo com o levantamento, 99.569 alunos do 2º ano e 122.526 do 5º ano do Ensino Fundamental de 4.550 escolas públicas participaram da avaliação externa da Secretaria da Educação (Seduc), que identifica e analisa o nível de desempenho dos estudantes.

 

Os resultados possibilitam a construção de um indicador, IDE-ALFA, que revela as habilidades de leitura dos estudantes do 2º ano. Para o 5º ano é o IDE-5 que expressa o desempenho médio em Língua Portuguesa e Matemática dos alunos avaliados neste ano. Ambos fornecem a base para políticas de incentivo e redistribuição de recursos financeiros entre os municípios e as escolas. As avaliações externas foram realizadas pelo CAED-UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora).

Com relação ao 2º ano, um acompanhamento do desempenho entre os anos de 2007 e 2013 demonstra que 81,6% dos estudantes encontram-se alfabetizados ao término dessa série. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,8%. A partir desse resultado, é possível verificar que as crianças estão mais preparadas para os anos seguintes da educação básica.

Em 2013, a aprendizagem dos alunos do 5º ano, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, melhorou em relação ao ano de 2008. Em Língua Portuguesa, o percentual de alunos das redes municipais no nível adequado subiu para 31,1%, enquanto, em 2008, o nível era de 6,8%. Em Matemática, era de 3,5% e passou para 20,5%.
PAIC

Governador apresenta desempenho das crianças na alfabetização e no 5º ano

O PAIC teve sua origem pela iniciativa de alguns municípios cearenses, apoiados pela Undime, Aprece e Unicef, a partir dos resultados do Comitê Cearense pela Eliminação do Analfabetismo Escolar, instituído na Assembleia Legislativa. Foi transformado em política pública prioritária do Governo do Estado em 2007. A partir da implementação, os municípios passaram a contar com apoio técnico e financeiro para a gestão municipal, avaliação, formação de professores, aquisição de material didático e de apoio pedagógico  O programa está focado em cinco eixos fundamentais: educação infantil, gestão pedagógica da alfabetização, formação do leitor, gestão municipal de educação e avaliação externa.

Em 2011, o Governo do Estado, por meio da Seduc, expandiu as ações até 5º ano, com vistas a melhorar os resultados de aprendizagem da etapa inicial do Ensino Fundamental. Essa iniciativa é denominada Programa Aprendizagem na Idade Certa – PAIC+5 e visa oferecer aos municípios mais formação aos profissionais, apoio à gestão escolar e aos alunos com dificuldades de aprendizagem, entre outros aspectos.

O PAIC juntamente com outras experiências, contribuiu para a estruturação por parte Ministério da Educação do Pacto Nacional Alfabetização na Idade Certa (PNAIC).

PRÊMIO ESCOLA NOTA DEZ 2013

Com o objetivo de reconhecer o esforço em prol da alfabetização, das crianças do 2º ano  e 5º ano, o Governo do Estado instituiu o Prêmio Escola Nota Dez. Em sua sexta edição, a premiação é destinada às 150 escolas públicas que obtiveram os melhores resultados de alfabetização, tendo por base o Índice de Desempenho Escolar – Alfabetização (IDE-Alfa), dentre outros critérios, e às 150 escolas públicas que obtiveram os melhores resultados do 5º ano, tendo por base o Índice de Desempenho Escolar 5º ano – (IDE 5), entre outros critérios.

A iniciativa também prevê apoio a 150 escolas que tenham obtido os menores resultados de alfabetização, no 2º ano, e em Língua Portuguesa e Matemática, no 5º ano, respectivamente.

Em 2008, somente 148 escolas atingiram IDE-ALFA igual ou superior a 8,5 pontos. Em 2013, o número de escolas elegíveis ficou em 321. Desse número,  as 150 melhores classificadas receberão o prêmio.

Para conquistar a premiação, a escola atendeu aos critérios de ter, no momento da avaliação, pelo menos 20 alunos matriculados no 2º ano do ensino fundamental regular; ter obtido média de Índice de Desempenho Escolar - Alfabetização (IDE-Alfa) situada no intervalo entre 8,5 e 10,0; ter, no mínimo, 90% dos alunos matriculados no 2º ano avaliados, ter a rede municipal a qual a escola pertence, um mínimo de 70% de estudantes do 2º ano do EF da rede municipal no padrão Desejável e a escola não ter feito parte do grupo de escolas premiadas no ano anterior. 

No ano de 2011, com a publicação da Lei 15.052/11, o prêmio contempla dentre suas principais inovações a Inclusão da premiação para o 5º ano o que garantiu a expansão do número de escolas a serem beneficiadas. Esse número passou de 300 para 600 escolas, sendo 300, para o 2º ano (150 premiadas e 150 apoiadas) e 300, para o 5º ano (150 premiadas e 150 apoiadas). Os critérios de elegibilidade ao prêmio tornaram-se mais rigorosos, pois passam a considerar a distribuição dos alunos pelos padrões de desempenho em cada escola e o percentual de alunos no padrão Desejável por município/CREDE, buscando garantir a universalização do aprendizado.

As escolas premiadas receberão o prêmio em dinheiro equivalente a R$ 2.000,00 por cada aluno avaliado por meio do Spaece, enquanto as apoiadas ganharão R$ 1.000,00.

A escola a ser premiada pelos resultados do 5º ano do ensino fundamental deve apresentar as seguintes condições: ter, no momento da avaliação, pelo menos 20 alunos matriculados no 5º ano do ensino fundamental regular; ter obtido média de Índice de Desempenho Escolar-5º ANO (IDE-5), situada no intervalo entre 7,5 e 10,0, ter, no mínimo, 90% dos alunos matriculados no 5º ano avaliados, ter a rede municipal a qual a escola pertence, um mínimo de 70% de alunos do 2º ano do EF da rede municipal no padrão Desejável. Outra mudança é que a escola não pode ter sido premiada no ano anterior. As escolas receberão também o prêmio em dinheiro equivalente a R$ 2.000,00 por cada aluno avaliado por meio do Spaece.

Tanto para a premiação do 2º ano quanto para a do 5º ano, o pagamento se dá em duas parcelas. A primeira equivale a 75%  do valor total devido à escola, após a aprovação pela SEDUC, do Plano de Aplicação de Recursos Financeiros, enquanto a segunda só será repassada após a escola atender as seguintes condições: comprovação da execução da ação de cooperação técnico pedagógica com uma das 150 escolas que tenham obtido os menores resultados de alfabetização (2º ano) e em Língua Portuguesa e Matemática (5º ano); manutenção ou elevação dos bons resultados obtidos, comprovados através do IDE; melhoria dos resultados da escola apoiada que deverá obter nota mínima de 7,0 no IDE-Alfa e 5,0 no IDE-5.


SPAECE – Escalas

A escala da alfabetização (2º ano) é constituída por cinco padrões, representados pelas seguintes pontuações: até 75 pontos – não alfabetizado; de 75 a 100 – alfabetização incompleta; de 100 a 125 – intermediário, de 125 a 150 – suficiente e acima de 150 – nível desejável.

Os resultados do 5º ano, por sua vez, são identificados a partir de quatro padrões de desempenho, sendo para Língua Portuguesa: até 125 pontos – muito crítico; de 125 até 175 – crítico; de 175 até 225 – intermediário, e acima de 225 – nível adequado. Para Matemática, os padrões de desempenho dos alunos do 5º ano são expressos através dos seguintes níveis: até 150 pontos – muito crítico; de 150 até 200 – crítico; de 200 até 250 – intermediário, e acima de 250 – nível adequado.

Em 2007, ano de implantação do PAIC, a média alcançada no 2º ano do Ensino Fundamental foi de 119,0 pontos. Em 2013, alcançou 165,2 pontos, passando a proficiência da situação intermediária em 2007 para a desejável em 2013. No início do Programa, apenas 14 municípios estavam no padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2013, esse número subiu para 166.

Quanto aos resultados do 5º ano, em 2010, somente um município cearense apresentava alunos no nível adequado em Língua Portuguesa e Matemática. Em 2013, o resultado do 5º ano cresceu de forma considerável, mostrando que 19 municípios cearenses já se encontram com seus alunos no nível adequado, tanto em Língua Portuguesa quanto em Matemática.

Essa melhoria nos níveis de alfabetização e dos primeiros anos do ensino fundamental alcançada no Ceará deve-se à boa combinação dos esforços de todos os municípios com o apoio estadual e a cooperação do Ministério da Educação.

 

 

 Governador apresenta desempenho das crianças na alfabetização e no 5º ano

O governador Cid Gomes e o secretário da Educação do Ceará, Maurício Holanda, apresentam nesta terça-feira, dia 20, às 9h30min, no Centro de Eventos do Ceará, os resultados de 2013 do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece). Foram avaliadas as crianças do 2º e 5º anos do ensino fundamental das escolas públicas.  Durante a solenidade, que contará com a presença do ministro da Educação, Henrique Paim, haverá a entrega do Prêmio Escola Nota Dez, do Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic) e do Programa Aprendizagem na Idade Certa (Paic +5). Como parte da programação, na segunda-feira, dia 19, das 15h às 20h, no mesmo espaço, haverá uma mostra de experiências de alfabetização e do histórico do Paic com a participação de todos os municípios cearenses, além de palestra de Antônio Augusto Gomes Batista, seguida de apresentação musical.

A programação especial de dois dias é para comemorar os sete anos de implementação do Paic, programa estadual que conta com a parceria do Governo Federal. Nesse período, os dados do Spaece foram utilizados, como base, para o trabalho desenvolvido pela Secretaria da Educação (Seduc), na definição das políticas educacionais, no âmbito do Estado, destinadas à colaboração com os municípios para a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem.

Esse crescimento pode ser visto nos números alcançados até agora. Em 2007, 14 municípios estavam no Padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2012, esse número subiu para 149. No início do programa, o percentual de alunos alfabetizados ao final do 2º ano do ensino fundamental era de 39,8%. Esse número subiu para 76,7% em 2012. No mesmo intervalo, a redução do percentual de alunos não alfabetizados caiu de 47,5% para 8,7%. Já entre os alunos do 5º ano com desempenho adequado em Língua Portuguesa, ao final dessa série, o percentual em 2008, saiu de 6,9% para 29%, em 2012. Na disciplina de Matemática, em 2008, era 3,6% e em 2012 passou para 20,2%.

O Paic tem como meta garantir o sucesso da alfabetização de todas as crianças matriculadas na rede pública de ensino até os sete anos de idade. A ação beneficia os 184 municípios do Estado com apoio técnico e financeiro para a gestão municipal, avaliação, formação de professores, aquisição de material didático e de literatura. Em 2011, o Governo do Estado, por meio da Seduc, expandiu as ações para melhorar os resultados de aprendizagem dos alunos da rede pública até o 5º ano de escolaridade. Essa iniciativa é denominada PAIC+5 e visa levar aos municípios mais formações para os profissionais, apoio às gestões escolares e aos alunos com dificuldades de aprendizagem, entre outros aspectos. O Paic contribuiu para a estruturação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). Este Pacto fortaleceu as ações do Paic em 2013. 


ESCOLA NOTA DEZ

Para reconhecer o esforço pela alfabetização das crianças, o Governo do Estado instituiu o Prêmio Escola Nota Dez. Em sua sexta edição, a premiação é destinada a até 150 unidades públicas que obtiveram os melhores resultados de alfabetização, tendo por base o Índice de Desempenho Escolar – Alfabetização (IDE-Alfa); e até 150 unidades públicas de 5º ano, a partir do Índice de Desempenho Escolar –  (IDE  5).

 

 

Veja os Resultados

 

- SPAECE 5º Ano - 2013 - Resultado de desempenho dos municípios em Língua Portuguesa e Matemática

- SPAECE-ALFA - 2013 - Resultado dos municípios no SPAECE-ALFA, por ordem alfabética

- Lista final de escolas premiadas no SPAECE 5º Ano - 2013

- SPAECE-ALFA - 2013 - Lista final de escolas premiadas no 2º Ano do EF

 

 


16.05.2014
Assessoria de Comunicação da Seduc
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Calendário

Junho 2017
D S T Q Q S S
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 1

SEDUC - Secretaria da Educação do Ceará - Av. Gen. Afonso Albuquerque lima, s/n - Cambeba - Fortaleza - Ceará | CEP: 60.822-325

Ver localização no mapa © 2008 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados