SAP e Seduc iniciam aulões preparatórios para Encceja e Enem PPL nas unidades prisionais

1 de setembro de 2023 - 13:55

Natasha Ribeiro - Ascom SA - Texto
Pablo Pedraza - Fotos

O sistema prisional do Ceará iniciou nesta semana os aulões preparatórios para internos e internas que farão o Exame Nacional Para Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja) e o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), marcados para acontecer, respectivamente, nos dias 17 e 18 de outubro e 12 e 13 de dezembro de 2023.

A Coordenadoria de Educação da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização realizou a inscrição de 13 mil internos para esta edição, batendo o recorde de inscritos, representando 61,47% da população carcerária. O Ceará se tornou o ente da Federação com o maior número proporcional de alunos inscritos no Encceja do Brasil.

Os aulões ocorrerão até o mês de novembro, em sete unidades prisionais, divididas entre a Região Metropolitana de Fortaleza e as cidades de Juazeiro do Norte e Sobral. As aulas serão transmitidas, em tempo real, para os internos de todas as unidades prisionais do Estado. Serão dois aulões mensais de 3 horas, com dois professores de disciplinas diferentes. Os aulões terão 14 professores envolvidos, em uma parceria com a Secretaria de Educação do Estado (Seduc).

O secretário da Administração Penitenciária e Ressocialização, Mauro Albuquerque, ressalta sobre a importância da educação para pessoas privadas de liberdade. “O Estado está dando todas as oportunidades, através da educação, para que os internos mudem de vida e trilhem novos caminhos. O sistema prisional não é o fim, mas sim o recomeço para muitos. Espero que todos que estão participando aproveitem essa chance para construir um futuro melhor para si e seus familiares”, disse.

A secretária da Educação do Ceará, Eliana Estrela, ressalta que é através da educação que se constrói uma vida mais justa e digna. “Gostaria de parabenizar cada interno aqui presente. Esse momento prova que todos vocês são capazes de mudar e crescer. Aproveitem todas as oportunidades que estão sendo dadas. Dediquem-se, pois a educação transforma, a leitura faz bem para a mente, além de nos fazer viajar e sonhar. Agarrem essa chance e escrevam uma nova história”, conclui.

O professor de história, Romário Bastos, comenta sobre a preparação dos internos. “Estou muito feliz em participar e fazer a aula inaugural desse projeto tão cheio de esperança. Esse conjunto de aulões foi preparado com todo carinho para os internos e espero que possamos concluir com êxito e colher bons resultados”.

O interno da Unidade Prisional Elias Alves da Silva (UP-Itaitinga4), João Alves Lima, se sente confiante na aprovação. “Tenho me dedicado muito para alcançar meus objetivos e esses aulões vão aumentar ainda mais minha chance de conseguir minha vaga no curso de matemática. Estou muito focado, pois quero muito prosseguir na área da contabilidade. A educação chegou para ressignificar e dar um novo sentido pra minha vida. Pois sei que através do conhecimento vamos reconquistar nosso lugar na sociedade”, afirma.

Encceja PPL 2023

Realizado pelo Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Encceja PPL serve para avaliar as habilidades e competências básicas, de uma forma mais rápida, de jovens e adultos que não puderam ou tiveram dificuldades em finalizar o ensino regular na idade apropriada para cada nível.

Com a finalização desta etapa escolar, os internos podem conquistar a chance de ingressar no ensino superior, em cursos de capacitação profissional e até oportunidades de emprego dentro do sistema prisional, mas, também quando obtêm a liberdade.

O exame acontece nos turnos manhã e tarde, contendo 120 questões no total divididos em quatro provas. Para obter o certificado, o interno deve atingir o mínimo de 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e o mínimo de cinco pontos na prova de redação, adicionalmente à nota mínima das matérias de cada módulo.

Se aprovado, o detento ganha a certificação de conclusão do Ensino Fundamental ou Ensino Médio e terá direito a remição de pena. A remição varia de acordo com o nível de aprovação alcançado. No Ensino Fundamental são 177 dias a menos de pena. Já no Ensino Médio são 133 dias a menos. Conforme Resolução 391/2022 do Conselho Nacional de Justiça.

Enem PPL

O Enem PPL avalia o desempenho do interno que terminou o ensino médio e, a partir de critérios utilizados pelo Ministério da Educação (MEC), permite o acesso ao ensino superior com programas como Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e Programa Universidade para Todos (ProUni). A avaliação é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Exame é constituído de quatro provas objetivas e uma redação. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha.